Após ser rejeitado pelo papa, Campus Fidei será avaliado como alternativa para Fortaleza da Solidão

Teóphilo Noturno / 2013

Superman já disse que Guaratiba e sua lama são ideais para afastar qualquer visitante

Onde teriam se formado os engenheiros que idealizaram uma poça de lama como palco para um evento onde mais de um milhão de pessoas de todo o mundo iriam se aglomerar? Perguntamos isso porque os arquitetos — e disso temos certeza absoluta! — se formaram ou em Krypton ou no Pólo Norte, pois (pelas semelhanças) também foram responsáveis pela criação da mítica “Fortaleza da Solidão”.

Se utilizando da distância geográfica e do frio extremo, o lar do Superman foi criado na intenção de repelir visitantes indesejados. Não restam dúvidas de que foram utilizados parâmetros semelhantes para a escolha da localização do “Campus Fidei”, já que Guaratiba, bairro mal urbanizado da Zona Oeste do Rio de Janeiro, também reúne “qualidades” capazes de desencorajar a visita de qualquer um em sã consciência: sem saneamento básico e nem asfaltamento adequado, seu transporte público também funciona de forma miserável.

Bem que os moradores tentaram avisar antes que os milhões de reais ali investido afundassem na lama, mas os governos absolutistas (instaurados, no Brasil, em todas as esferas) ignoraram o conhecimento popular e, como sempre, acharam que tudo pode ser resolvido na base das leis, decretos e esbanjamento de dinheiro do contribuinte… até mesmo o daqueles que abertamente não estão de acordo com a realização do evento.

Sobre o evento, só podemos afirmar que — após vários anos assistindo as estúpidas e inúteis “marchas para Gizuz” dos evangélicos — os católicos resolveram “dar o troco” numa versão globalizada e anabolizada, porém, ainda assim, com o mesmo objetivo de demonstrar o “poder dos números”: quanto mais fiéis… melhor?

Não restam dúvidas que os católicos apresentam muito mais naturalidade na eucaristia e são bem menos “forçados” em suas ações sociais que os evangélicos, além da grande sabedoria que demonstram ao admitirem apenas um papa, ao contrário da “concorrência”, onde se estabelece um “papa” por denominação e existe, veladamente ou não, uma luta encarniçada pela demonstração de poder (espiritual ou numérico) que resvala para a área política.

Como já disse Teóphilo Noturno:

“Apostasia não é igreja vazia… é igreja cheia, mas de gente que não conhece e nem se esforça para conhecer verdadeiramente ao Deus da Bíblia, preferindo engolir doutrinas espúrias aos domingos do que ler e se esforçar para compreender a Palavra de Deus. Apostasia é igreja permeada pelo mundo: concordante e participante dos costumes e da ‘cultura relevante’, valorizando o ser humano acima da vontade do próprio Deus.”

O autor, que nunca desejou ter seu verdadeiro nome revelado, também se posiciona radicalmente contra os dízimos e outras práticas místicas, rejeitando a polêmica “cura gay” e alegando que grande parte da população que se diz cristã está, na verdade,emocional ou intelectualmente possessa, se opondo, inclusive, ao conceito de “igreja” vigente na atualidade.

Zona Pobre / Zona Nobre — Copacabana, na Zona Sul do Rio de Janeiro, é o local para onde foram transferidos todos os eventos inicialmente previstos para ocorrer em Guaratiba: os comerciantes locais que se virem para cobrir os investimentos feitos na expectativa de suprir a demanda de uma verdadeira multidão… que nunca chegará.

Não há expectativa de que a área — a ser confirmada como propriedade da milionária e controversa família Barata — possa ser a utilizada para a realização de nenhum outro evento, implicando em que os caríssimos (porém totalmente inúteis e ineficientes) investimentos de infraestrutura nela realizados nunca passem de dinheiro jogado no lixo… ou, melhor dizendo, na lama!

Cogitou-se, pelo estilo arquitetônico do palco, que o local fosse cedido a outro personagem que, até mais do que o papa,deveria exercer papel análogo ao de Cristo na terra — o Superman — porém Clark Kent, repórter d’O Planeta Diário, divulgou matéria onde entrevista o herói e este repudia a oferta: tanto o índice de criminalidade quanto o valor do IPTU são muito altos nesse país de bananas e, no final das contas, é tudo simplesmente UM ROUBO!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.