Nhoque Cenográfico

O Nhoque Das Ilusões Perdidas

FAVOR NÃO PROMETER MENTIRAS!

Estou sonhando com um bom gnocchi — vulgo “nhoque” — recheado desde o dia dos pais.
Minha esposa se esforçou e até me levou para realizar a vontade no maior shopping da cidade, mas o máximo que encontramos foi uma versão comum: sem dúvida que estava bom, mas… comum, sem recheio.

Olha quanto molho!
RECHEADO DE MUSSARELA!!!

Essa semana eu já estava bastante contente pela oportunidade de trabalhar no aeroporto, mas imagine minha euforia quando, na quinta-feira (primeiro dia do evento), deparei com o anúncio abaixo:

Fiquei tão entusiasmado que comecei a fazer planos: não podendo gastar muito, optei por concretizar meu sonho somente no almoço de domingo… e assim suportei quatro dias passando em frente àquele cartaz e me imaginando ao sorver toda aquela quantidade sedutora de molho à bolonhesa… as bolinhas de nhoque estourando — ploct! — e liberando o cremoso recheio de queijo… mal podia esperar!

HOJE AMANHECEU DOMINGO…

Acordamos tarde e logo me lembrei que era o dia: como a camisa de meu uniforme é branca, achei que seria prudente até ir com uma outra para evitar respingos… escolhi uma vermelha!

Enfim, após tanta expectativa e preparação, vou parar de enrolar e a foto abaixo deve ser suficiente…

Creminho de batata com mussarela? E cadê o molho??!
O RETRATO DA FRUSTRAÇÃO

Suficiente para demonstrar o tamanho da minha frustração!

Quando, mas quando um purezinho de batata (com textura de angu duro) pode ser chamado de “nhoque recheado”?!?
E o molho de tomates… cadê?!?

Notem que o sabor estava bom — pois é muito difícil alguém conseguir fazer batata com queijo ficar ruim — e o atendimento também foi legal, mas… nota mínima para a apresentação do prato e, se bobear, poderia até rolar um processo contra a rede DeltaExpresso pela propaganda enganosa…

QUEM FALA O QUE QUER...